Localizado no município de Juara (MT), a cerca de 730km da capital Cuiabá, o Ramax Confinamento figura hoje como um dos mais importantes confinamentos da região mato-grossense. Com uma média anual de 30 mil cabeças confinadas, o negócio conta com 25 funcionários diretos e, recentemente, passou a ter a Cargill Nutrição Animal como uma de suas principais parceiras.

Essa história de sucesso começa em novembro de 2019 quando Fellipe Vuolo de Melo, na época Assistente Técnico Comercial do time de Bovinos de Corte, inicia uma aproximação e prospecção com este potencial cliente – que era, até então, atendido por uma outra empresa de Nutrição Animal.

​​​​​​​Fellipe não se intimidou com a presença desta outra empresa e, superando essa barreira inicial, começou a desenvolver um relacionamento com a gestão do Ramax, conhecendo mais a realidade interna do negócio e levantando um diagnóstico das necessidades.

Foi por meio deste trabalho próximo ao potencial cliente que em maio de 2020, Fellipe conseguiu estruturar uma proposta inicial de atendimento que abrangeria 1.000 animais do confinamento – sendo que esse atendimento seria realizado sem nenhum compromisso financeiro estabelecido de imediato.

“Iniciamos o trabalho com a revisão e aplicação de uma dieta teste nestes 1.000 animais e identificamos oportunidades de melhora no manejo, treinamento de tratadores e aplicação de tecnologias na lida com o rebanho”, comenta Fellipe. “Foi nesse sentido que trouxemos para o Ramax algumas de nossas tecnologias, como o Feed Manager, Sistema de Automação Feed Tracer, novo modelo de leitura de cocho, protocolos de adaptação, e toda nossa expertise em análise de dados com o uso de Power BI, 4M e plataformas analíticas”, completa.

O Labtron, laboratório da Cargill Nutrição Animal localizado em Itapira (SP), também foi um dos recursos utilizados nesta fase experimental. Alguns testes foram conduzidos pelo laboratório para garantir a qualidade das soluções que estavam sendo aplicadas no Ramax.

A virada de chave: Como ganhamos 100% da conta

Após esse período inicial, quando a Cargill Nutrição Animal pôde mostrar todo o seu potencial e capacidade de entrega, a gestão do Ramax reconheceu uma melhora significativa na parte operacional, manejo e sanidade dos animais. Com essa confiança estabelecida, mais um passo foi dado: “fomos autorizados a aplicar uma dieta de adaptação em toda criação de gado do local, ou seja, saímos de uma gestão de 1.000 cabeças para cerca de 30.000”, afirma Fellipe.

Em outubro de 2020 a Cargill ganhou a conta e obteve 100% da carteira deste cliente, entrando agora oficialmente como principal parceiro comercial no confinamento. “Conseguimos provar na prática, antes mesmo de fechar negócios, que a Cargill seria o parceiro de escolha mais adequado e que traríamos ganhos excepcionais em produtividade e qualidade”, afirma Leandro Silva, Gerente Regional de Bovinos de Corte na Cargill. Ele ainda adiciona: “em nenhum momento focamos em R$/kg de produto e sim em como alcançar a maior rentabilidade final. A conquista deste cliente foi por puro mérito e esforço”, afirma.

​​​​​​​Em apenas quatro meses – de outubro de 2020 a fevereiro de 2021 – o Confinamento Ramax trouxe um impacto relevante não só para os resultados da regional, mas para o nosso negócio de bovinos de corte como um todo. “Nossa intenção agora é manter a fidelização com o cliente e se aproximar diariamente de suas necessidades para melhor atendê-lo”, conclui Fellipe.

A voz do cliente

Querlei, gestora da Ramax Confinamento, celebra os resultados positivos dessa parceria: “assim que a Cargill iniciou essa aproximação conosco notamos uma melhora significativa em diversos processos internos, otimização no uso de ferramentas de trabalho e manejo com os animais”, comenta.

Dois outros pontos que, segundo ela, foram essenciais neste trabalho foi a questão do uso de tecnologia e inovação e do relacionamento próximo e constante: “vejo que a Cargill está bem à frente do mercado em termos de tecnologias e inovações, e isso foi um ponto-chave para escolhermos a empresa. Além, é claro, do atendimento ser sempre muito ágil e a presença de toda equipe técnica e comercial ser constante”.

​A gestora do confinamento finaliza: “espero que essa parceria continue por longos anos e que a gente consiga colher muitos outros frutos positivos”.

COMPARTILHE:


Versão de Impressão Versão de Impressão